PAULICÉIA, 23 DE OUTUBRO DE 2017. SEJA BEM VINDO! ACESSO RESTRITO

NOTÍCIAS
10-MAI-2017

Chance para alavancar o turismo regional de Paulicéia

A Assembleia Legislativa de São Paulo está com um projeto pronto para votação em plenário que classifica 15 cidades como Municípios de Interesse Turís

Fonte: Assessoria Prefeitura Municipal de Paulicéia
Foto: Assessoria

 

A Assembleia Legislativa de São Paulo está com um projeto pronto para votação em plenário que classifica 15 cidades como Municípios de Interesse Turístico (MIT). É o início de uma nova legislação que incluirá 140 municípios paulistas nesse rol. Além do status turístico, as cidades serão contempladas com recursos anuais para investir no setor, em infra-estrutura, modernização e obras. A grande mudança é que a partir de agora essa posição não será imutável, todos terão que “fazer a lição de casa” para se manter em ranking a ser criado, incluindo as estâncias turísticas.

Para a região da Alta Paulista o sociólogo e presidente do CDR (Centro de Estudos para o Desenvolvimento Regional) Mauro Bragato, apresentou quatro projetos atendendo as cidades de Bastos, Lucélia, Panorama e Paulicéia. As proposituras de Lucélia e Panorama já estão com a documentação pronta para ser encaminhada para manifestação da Secretaria Estadual de Turismo e as outras necessitam de documentação complementar que na cidade de Paulicéia já estão sendo regularizadas e apresentadas.

Na verdade, foram 23 projetos ao todo, que estão em diferentes estágios, alguns já encaminhados para análise do governo, outros tramitam nas Comissões da Casa, alguns ainda necessitam de documentação complementar. É conhecimento da região que foi de autoria de Mauro Bragato o projeto que transformou a cidade de Presidente Epitácio em Estância Turística.

“Enfim, acredito que estou prestando contas e mostrando uma realidade que pode transformar a região. Sempre acreditei no turismo como grande ferramenta de desenvolvimento regional. Estudos apontam que a concentração de empreendimentos hoteleiros em municípios com até 300 mil habitantes aumentará dos atuais 22% para 30% até 2020.” Complementou Mauro.

O resultado de todo esse esforço apresentado é uma grande oportunidade para que o turismo regional do Oeste Paulista ganhe impulso e ajude a tornar a região um polo atrativo, aumentando a oferta de emprego e melhorando a renda da nossa população.

 

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
MAPA DO SITE

GALERIAS